24 de outubro de 2017

Ineficiência

Imagem da net

Imaginem que estão à espera de receber correspondência (uma carta registada, neste caso) com documentação urgente (para ontem) e continuam à espera, desespera, até dizer Chega!
Já aconteceu convosco? Comigo já...
E a propósito de reclamações hoje tenho direito, razão e vontade.
Quer dizer, de modo a ficar tranquilo, o cliente opta pela modalidade de envio, supostamente, mais segura, paga pelo serviço rápido e fiável e nada.
O remetente gasta dinheiro com o envio e o destinatário idem, em chamadas para a linha da treta de apoio a clientes, bem como gasolina na deslocação aos CTT, faz uma reclamação, evidentemente...
E depois, aguarde 10 dias até receber resposta dos nossos serviços!
Ah, com certeza! Aposto que vão dizer que foi caso de extravio e ponto final, assunto encerrado, até logo. Beijinhos.
E se fossem a um sítio que eu cá sei?! E os documentos? E o tempo que já perdi convosco?
Nem com milhentas reclamações estes tipos deixam de ser incompetentes.
Incrível.

20 comentários:

  1. Essa malta dos serviços devia ter andado na escola onde eu andei, iam aprender umas coisinhas uteis como por exemplo: como tratar um cliente, ter consciência que o cliente é prioritário, ter um serviço de excelência é meio caminho andando para o sucesso... enfim isto anda tudo na bandalheira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Messy Jessy, tens toda a razão, serviço de excelência é meio caminho andado para o sucesso. Surpreender o cliente, superar expectativas OU pelo menos apresentar um serviço esperado. Mas não, lamentavelmente não é o caso.
      Em todos os serviços há bons e maus profissionais, mas parece-me que já está na altura de atribuir relevância às inúmeras reclamações (nos CTT é o prato do dia, pelos vistos).

      Eliminar
  2. Os CTT, volta e meia, têm que ter algum contratempo, caso contrário nem corria bem o dia...
    Há umas semanas, ganhei um livro num passatempo. A pessoa enviou-me um e-mail e informou-me que o receberia nno dia seguinte. O certo é que não estive em casa, mas também não tinha qualquer aviso para levantar a encomenda. Passou uma semana e continuei sem receber o prémio. A minha sorte foi ter-me calhado uma pessoa interessada, que me perguntou se já o tinha recebido e que quando lhe disse que não foi averiguar o que tinha acontecido. Conclusão, tinha o livro para levantar nos correios! Mas aviso? Nem vê-lo. Devo ter cara de quem adivinha estas coisas -.-

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andreia, nesse caso pode ser distracção do carteiro que não deixa o aviso para levantamento na caixa de correio, tal como também já aconteceu por aqui. Realmente não percebo estes "contratempos" dos CTT, é uma vergonha.
      A questão, desta vez é que já fui aos correios pessoalmente, dei o número de objecto/registo, expliquei a situação e... Não sabem da carta!
      Ora bolas, eu muito menos!
      É um documento urgente, eles fazem a asneira e o cliente é obrigado a andar atrás deles com voltas e voltinhas.
      Afinal para que serve o registo? Pergunto.
      Se fosse em correio normal, a responsabilidade era minha ou da pessoa que optou pela modalidade básica, mas neste caso...

      Ou perdem as encomendas ou não deixam aviso ou não tocam à campainha quando está gente em casa à espera da dita entrega. Enfim, isto enerva-me esta falta de cuidado com o cliente, com as entregas, com um serviço de qualidade.

      Eliminar
  3. Tantos e tantos contratempos com os CTT... Felizmente parece-me que era sobretudo com um carteiro em particular que já se reformou. Enfim, boa sorte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. N., contratempos é favor, é uma vergonha.
      Por aqui aconteceu o oposto, pois antigamente sabia quem era o carteiro e esse então era certinho, responsável e sem falhas com as entregas. Entretanto reformou-se e a partir daí enchem a minha caixa de correio com cartas dos vizinhos, por vezes não tocam à campainha e deixam directamente o aviso na caixa de correio e desta vez... Nem aviso de levantamento, nem carta, nem respostas. Apenas e só incompetência.

      Eliminar
    2. Ui, que isso está difícil. Então aqui já aconteceu o inverso: o carteiro antigo deixar o aviso de levantamento e a carta na caixa do correio. Como já estava escaldado com ele fui ao posto dos correios - duas portas ao lado de minha casa - com vontade de apresentar o aviso e fazer uma peixeirada quando ninguém fosse capaz de encontrar a carta (porque já estava tranquilamente na minha mão). Acabei por me conter e pedir apenas para apresentar uma reclamação apesar do olhar piedoso da funcionária que me confidenciava que infelizmente o colega já estava a ter algumas falhas no serviço por estar cansado e próximo da reforma... Noutra ocasião, numa 6a feira já depois das 22:00 esse carteiro - que também mora aqui na rua - toca aqui à porta para entregar uma encomenda que "tinha ficado por engano na carrinha em vez de ser entregue no posto e como era aqui na rua fiz o favor de entregar pessoalmente fora de hora do expediente", coisa que me soou a desculpa esfarrapada para "fiz merda e vou fingir que sou um porreiro". Quantas e quantas vezes aparecia um aviso no correio colocado quando estava gente em casa e ele simplesmente não tocava à campainha (subir ao 6º andar, mesmo com elevador, era cansativo). E noutras alturas o aviso aparecia com a data rasurada porque devia ter sido deixado na caixa de correio dois ou três dias antes e não foi. Encomendas que não cabiam na caixa do correio deixadas debaixo do tapete ou encostadas à porta de casa ou - como vi com um vizinho meu - metade dentro e metade fora da caixa prontinhas a ser roubadas por quem entrasse no prédio.

      Enfim, desde que se reformou nunca mais tive problemas destes. Agora vejo-o muito aqui na rua a fumar o seu cigarro. (Eh pá, escrevi bué!)

      Eliminar
    3. Pois é, lamentavelmente, este tipo de "ocorrências" são frequentes.
      Efectuar entregas fora da hora de expediente, apenas para fazer o favor, realmente estou contigo...Não convence!
      Já aconteceu de deixarem uma encomenda numa óptica aqui perto da minha casa!
      Por acaso a Senhora conhece-me e ela sim fez o favor de vir entregar a encomenda pessoalmente. Quando ela apareceu aqui com a encomenda, nem queria acreditar. Long History!

      Sem comentários...

      Eliminar
  4. Uiiiiii... E stresses com carteiros?
    Por aqui quando metem um, as encomendas andam certinhas, quando voltar a um outro senhor... começam a atrasar.
    Vá se lá entender porquê...

    Beijinho d'

    A Marta
    https://amartaeumblog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelos vistos é geral. Stresses vários...
      Não sei para que serve o registo?!
      E as reclamações?!
      Nem com inúmeras reclamações conseguem um serviço exemplar...

      Eliminar
  5. Perdi a pachorra para incompetentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. S*, já perdi a paciência há muito tempo, o que me preocupa realmente é a falta de cuidado com os envios de quem paga por isso, e neste caso nem é pelo dinheiro, é sim pela documentação urgente. Fugiu e ninguém sabe, ninguém quer saber.
      Ora, bolas. Poupem-me!

      Eliminar
  6. Por acaso, felizmente, nunca tive chatice com os CTTs. E já enviei e recebi várias coisas sem ter que fazer nenhuma reclamação. Mas é melhor eu não falar muito porque pode chegar o dia... ahahah em algum lado a coisa tem que correr bem, nem que seja um bocadinho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesse caso estás com sorte, porque os CTT são bombardeados com reclamações diariamente, e se a reclamação existe... revela qualquer coisa!
      Enfim.

      Eliminar
  7. Os CTT foram sempre uma desgraça, mas agora estão entregues a brasileiros e ucranianos, que mal sabem o caminho de regresso a casa, quanto mais o caminho da nossa casa.
    Por isso é que prefiro ir do que mandar vir. lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também prefiro ir do que mandar vir, mas neste caso, impossível.

      Eliminar
  8. Eu e os correios temos uma relação péssima.

    ResponderEliminar